SQL Alias




SQL > Comandos SQL > Alias

A seguir focamos a utilização de alias. Existem dois tipos de alias que são utilizados mais frequentemente: alias de colunas e alias de tabelas.

Resumindo, os alias de colunas existem para ajudar a organizar o resultado. No exemplo anterior, sempre que visualizamos o total de vendas, são listados como SUM(Sales). Embora sejam compreensíveis, podemos prever casos em que o cabeçalho da coluna é complicado (em especial se envolver várias operações aritméticas). A utilização de um alias de colunas tornaria os resultados muito mais compreensíveis.

O segundo tipo de alias é o alias de tabelas. Tal é obtido colocando um alias diretamente após o nome da tabela na cláusula FROM. Isso é conveniente quando quiser obter informações a partir de duas tabelas separadas (o termo técnico é 'efetuar uniões'). A vantagem de utilizar um alias de tabelas é imediatamente aparente visível quando falamos em uniões

Contudo, antes de abordarmos as uniões, observemos a sintaxe dos alias de colunas e tabelas:

SELECT "alias_tabela"."nome_coluna1" "aliar_coluna"
FROM "nome_tabela" "alias_tabela";

Resumidamente, ambos os tipos de alias são colocados diretamente após o item de alias, separados por um espaço em branco. Utilizamos novamente a nossa tabela Store_Information,

Tabela Store_Information
Store_NameSalesTxn_Date
Los Angeles150005-Jan-1999
San Diego25007-Jan-1999
Los Angeles30008-Jan-1999
Boston70008-Jan-1999

Utilizamos os mesmos exemplos da secção GROUP BY de linguagem SQL, à exceção que colocamos alias de colunas e alias de tabelas:

SELECT A1.Store_Name Store, SUM(A1.Sales) 'Total Sales'
FROM Store_Information A1
GROUP BY A1.Store_Name;

Resultado:

Store Total Sales
Los Angeles 1800
San Diego 250
Boston 700

Repare na diferença no resultado: os títulos da coluna agora são diferentes. É o resultado da utilização de utilizar alias de colunas. Repare que em vez do algo obscuro "Sum(Sales)", agora temos "Total Sales", que é muito mais compreensível como cabeçalho de uma coluna. A vantagem de utilizar um alias de tabelas não é aparente neste exemplo. Contudo, irá tornar-se evidente na próxima secção.

SQL Join >>




Copyright © 2016   1keydata.com   Todos os direitos reservados.